Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mães mais que [im]perfeitas

A mãe também chora!

Quantas vezes chorei, quantas vezes senti que não estava à altura do enorme desafio que é a maternidade.

 

Quantas vezes a olhar para o berço e a vê-lo dormir me perguntei se seria capaz de o educar e de o preparar para a loucura que é o mundo.

Quantas vezes quis que este ou aquele momento fossem para sempre.

 

Como desejo que o tempo pare e que ele seja para sempre pequeno.

Que ele continue a dar abraços apertados e beijinhos até doer a cara.

 

Ser mãe torna-nos mais sensíveis e mais fortes ao mesmo tempo.

Dá nos uma percepção diferente da vida, muda-nos hábitos e prioridades.

Torna-nos mais agarrados a momentos e menos ligadas aos bens materiais.

 

Acima de tudo a maternidade torna-nos mais bonitas por fora e por dentro.

Torna-nos mais completas mas também mais inseguras de nós próprias.

 

Quantas vezes estamos rodeadas de gente e nos sentimos completamente sozinhas, desamparadas e postas de parte?

 

Quantas vezes precisávamos, e ainda precisamos, de um pouco de atenção?

 

Quantas vezes também nós precisamos de colo e carinho?

 

Somos mães, somos mulheres, somos esposas e somos profissionais.

 

Mas a cima de tudo somos humanas!

IMG_1511790903758.jpg

 

Mãe

Ser mãe nem sempre é uma escolha, nem sempre é fácil!

Ser mãe é uma sucessão de escolhas difíceis.

Somos muitas vezes julgadas, apontadas e criticadas pelas decisões que tomamos para nós e para os nossos filhos.

Seja a nossa decisão de amamentar, seja a epidural ou o facto de escolher uma cesariana há sempre alguém pronto para nos apontar o dedo, para dizer que não deves fazer isto ou aquilo.

Tudo isso aliado ao facto de estarmos mais sensíveis e cheias de dúvidas muitas vezes fazem com que tenhamos dúvidas se somos mesmo capazes, se vamos ser bem sucedidas.

Não, nem sempre vamos ser bem sucedidas e nem sempre vamos tomar as melhores decisões.

Mas aquilo que temos mesmo que ouvir é a nossa voz interior e seguir o nosso instinto.

 

O mundo e as suas opiniões valem o que valem e nem sempre estão corretos.

 

Se tu mesma, e acredita em ti, nas tuas capacidades e no teu poder como mãe mas sobretudo como MULHER.

 

MATERNIDADE É AMOR

 

Texto de: Ana Rita Garcia

 

FB_IMG_1510612831175.jpg

 

Eles, nós e o sono

Eles e nós pais 😴 uma das coisas que mais nos prejudicam física e psicologicamente é a privação do sono.

Quando não temos filhos temos a teoria que vamos pôr os pequenotes a dormir no quarto deles com 6 meses ou 1 ano.

Isso é muito bonito quando a criança dorme algumas horas seguidas e não acorda de 30 em 30 minutos ou menos até.

Não há uma idade certa para fazer a transição do nosso quarto para o deles‼️ É verdade mamãs e papás a transição deve ser feita quando os pais acharem que têm que ser, porque é melhor dormirem todos uma noite descansada do que andarem a arrastar-se e a desgastarem-se dia após dia porque a criança só dorme se for na cama ou no quarto dos pais.

A privação do sono vai afetar não só a vida profissional, pois o cérebro está cansado e o rendimento é pouco ou nenhum, como tem um impacto brutal na vida pessoal.

 

IMG_1510907708329.jpg

 

 

Como é ser mãe?

Quando me perguntam como é ser mãe...

 

Bem, tem várias fases, vais passar pela privação do sono, as birras, os disparates constantes, noites à cabeceira a velar por eles, brinquedos espalhados por todo o lado.

 

Comer em 5 minutos, tomar banho em 2 minutos, estar sozinha na casa de banho? Uma miragem!

Ser chamada 354738489 vezes e quando chegas lá "esqueci-me".

Quando chegas ao trabalho UPS uma nódoa de bolacha na camisola ou nas calças.

As idas ao supermercado passam a ser uma aventura.

Saltos altos e crianças pequenas é totalmente incompatível.

Aquela coisa de dormir só mais 5 minutos... Acabou! Porque é nesses dias que eles decidem que também precisam de mais 5 minutos e pimba... Já te atrasaste.

As televisões passam a ser moeda de troca... Valiosíssimas.

Trocas os cinemas ao fim da noite pelas idas matinais ao parque.

Quando deres por tu vais estar a cantar mentalmente uma qualquer canção da XANA TOC TOC ou da Galinha Pintadinha.

A hora das refeições são uma aventura ou um total desespero.

Entrar numa loja porque precisas MESMO de comprar umas calças e sair com 3 sacos, nenhum deles com as calças de ganga que tanto precisavas... Fica para a próxima.

Carro sem migalhas e tralhas espalhadas por todos os lados... Outra miragem.

Andar sem pisar pelo menos 1 LEGO ou um daqueles mini bonecos do McDonald's... É uma sorte.

 

Abres mão de tanta coisa, mudas hábitos e rotinas... TUDO isso vai valer a pena!

 

Porque ser mãe é mesmo MARAVILHOSO 🖤🖤

 

Texto de: Ana Rita Garcia

IMG_1510734487142.jpg

 

Header original da Mula com ilustrações de Inslee Haynes e Emily Donald

Mais sobre mim

foto do autor

Blogs Portugal

Sapos do Ano 2017

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D