Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mães mais que [im]perfeitas

|| Quando nos esquecemos deles ||

Olá mamãs 💋 hoje vou falar-vos de algo que afecta bastante o casamento após a maternidade.

Quando o bebé nasce, nasce com ele algo que se chama instinto materno. Este não se explica e não se define. Durante os primeiros meses a 1 ano temos a tendência de nos focar única e exclusivamente nas necessidades dos nossos filhos - alimentação, roupa, casa limpa e toda uma panóplia de tarefas inteiramente ligadas ao bem estar e conforto dos bebés.

No meio desta azáfama toda esquecemos nos de dar atenção aos papás. Eles que são uma parte tão importante na nossa vida e na vida dos nossos filhos e nós tantas vezes nos esquecemos que eles também precisam de nós.

E não estou a falar só a nível sexual, porque apesar de o sexo ser uma parte muito importante na vida do casal também a atenção e o carinho o são.

Quando eles chegam do trabalho e nós, fartas de estar sozinhas em casa com o bebé literalmente bombardeamos os nossos homens com as nossas próprias frustrações e esquecemos nos que eles também têm as deles e que as colocam muitas vezes de lado para não nos preocupar ou porque "hormonas".

Esta falta de atenção ou de um gesto carinhoso afeta é cria fendas muito profundas num relacionamento. Da minha experiência pessoal os dois maiores desafios ao casamento são o desemprego e o primeiro filho. É muito difícil para nós mães gerir todas as tarefas - tratar do filhos, ser profissional, doméstica, esposa e mulher. E na maioria das vezes a parte que é afectada é a "esposa" pois chegamos ao fim do dia estafadas e com a cabeça feita em água.

Ainda hoje o meu filho com 4 anos eu continuo a travar esta batalha comigo mesma e tento educar me e lembrar me que aquele homem que está ali precisa de um pouco do meu amor e da minha atenção.

Não é fácil e falho uma e outra é outra vez. Se me sinto frustrada?? Claro!! Afinal aquele foi o homem com quem escolhi passar a minha vida, que está ao meu lado em todos os momentos e que me ajuda todos os dias a proporcionar um lar equilibrado e feliz ao meu filho.

 

Nunca tiveram aquela sensação de que com a chegada da maternidade o desejo se perdeu pelo caminho? Muitas vezes tenho essa sensação e essa noção... E é contra isso que luto, e contra o cansaço.

Uns dias ganho outros perco mas o importante é tentar!!

2708-thinkstock-sad.jpeg

1 comentário

Comentar post

Header original da Mula com ilustrações de Inslee Haynes e Emily Donald

Sapos do Ano 2017

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D