Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mães mais que [im]perfeitas

Mães (Im)Perfeitas - A T.

Sou a T. tenho 35 anos, advogada em part time, mãe em full time do Guilherme que é sem sombra de dúvida o bebé mais lindo do mundo, pelo menos do meu mundo, não é por ser mau mas o miúdo é mesmo giro e fofo, mesmo super fofo e teimoso, tadinho sai ao pai, não podia ser perfeito ;)


Olá T. Conta-nos cá: o que tens aprendido nisto da maternidade?
 
Aprendi a gerir expectativas, a aproveitar, ou pelo menos tentar, todos os bons momentos.
Aprendi que tenho mais paciência e tolerância do que alguma vez imaginei.
Aprendi que não há duas crianças iguais e que apesar de toda a gente gostar de mandar bitaites sobre a melhor forma de educar o meu filho/ resolver problemas de fome, cólicas, birras, etc, o que serve para os outros não tem de necessariamente funcionar com o meu filho.
Aprendi que todos aquelas resoluções de "quando eu for mãe vou fazer x" eram realmente muito lindas mas nada exequíveis.
descobri que o melhor som do universo é o riso do meu filho.

Como gostarias que o teu filhos te recordassem? 
 
Como uma boa mãe, aquela que estava lá sempre disponível para eles, seja para ir passear ao parque ou para os "massacrar" com os TPC, que os conhecia melhor que ninguém, que era uma excelente cozinheira, muito modesta eu sei ;) Gostava de ser recordada como uma mãe a sério, como a minha, quando eu penso na minha mãe não me vem à cabeça as discussões, nem os desentendimentos, lembro-me que foi ela que me ensinou a fazer pão de ló e assados no forno e que hoje diz que os meus são melhores que os dela ;) lembro-me que sempre esteve lá para mim nos bons e maus momentos para me dar força e ajudar-me em tudo e é esse tipo de mãe que quero ser.

As birras são muito comuns e o talvez aquilo que os pais mais temem. Como reages quando elas surgem?
 
Depende do tipo de birra, se me parece daquelas que vai passar, tento não dar grande importância até ele se conseguir acalmar. Se forem daquelas grandes mesmo que já passou os limites tento acalma-lo, distrai-lo com outra coisa para ver se ele próprio se consegue acalmar, mas às vezes não consigo fazer nada a não ser deixa-lo chorar até passar :(

Queres destacar alguma coisa gira ou recente?
 
O Gui começou agora a fazer puzzles no Ipad sozinha e honestamente fico completamente boquiaberta como é que um ser tão pequenino já consegue fazer este tipo de coisas, é uma esponjinha e todos os dias aprende coisas novas que me deixam surpreendida.

Algum momento que tenha marcado enquanto mãe?
 
O dia do nascimento dele, a primeira vez que o vi e se tornou um ser humano diferente de mim, foi tão bom conhece-lo cá fora, ouvir o choro dele que parecia um gatinho a miar.

Como tentas gerir o tempo?
 
Durante a semana geralmente tento ao final do dia ter o nosso family time, quando chegamos do trabalho um de nós dá banho ao Gui enquanto o outro faz o jantar, jantamos todos juntos, depois vamos brincar um bocadinho com o bebé, sem televisões, ipad ou telemóveis, por volta das 21h vamos deitá-lo, colocamos uma musica que nos foi recomendada para acalmar o bebé e prepara-lo para dormir e ficamos um bocadinho com ele no quarto até ele querer ir para o berço.
Ao fim de semana temos de o "dividir" com os avós paternos, que vivem um pouco mais longe de nós, normalmente passa um dos dias com eles para passear, brincar, dormir a sesta e nós aproveitamos para descansar ou fazer coisas pendentes.
 

Que conselho darias a futuros pais?
 
Aproveitem bem todos os momentos, passam tão depressa.

Alguma vez te arrependeste de uma decisão/opção? 

Arrependi-me de ter demorado tanto a mudar de pediatra, tivemos a mesma pediatra durante os primeiros 15 meses e cada vez que lá ia era uma fonte de stress para mim, saia de lá a achar que fazia tanta coisa mal que era um milagre o miúdo não estar obeso, ou qualquer coisa do género.

Para terminar, peço-te que definas a maternidade numa só palavra e expliques a opção.
 
Amor- é aquilo que sinto cada vez que penso no meu filho, em ser mãe.
 
Obrigada T. por este bocadinho. Beijinho para o Gui. :D

3 comentários

Comentar post

Header original da Mula com ilustrações de Inslee Haynes e Emily Donald

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D